7 de set de 2012

Azeite de Oliva - Olive Oil

Amigos, tudo bem com vocês?
Meu afro está feliz, ele amadora óleos, manteigas e azeites (enquanto eu detesto), um caso de amor kkk, =). Estou encantada com o efeito  no meu cabelo! Na postagem anterior conhecemos um pouco os benefícios do óleo de rícino, hoje vamos conhecer os benefícios do azeite de oliva. 






A oliveira e o azeite de seu fruto têm sido parte da cultura mediterrânea desde suas origens. Além de ser utilizado na alimentação, serve como remédio e produto de beleza, entre outros.

Há cinco mil anos, as mulheres egípcias descobriram os efeitos benéficos do azeite de oliva para sua pele e cabelos.  

As vitaminas encontradas no azeite de oliva são, A, D, K e E. O óleo é um poderoso antioxidante, ajuda a retardar o envelhecimento.

Suas aplicações na área da estética e beleza são inúmeras: anti-rugas, hidratante, suavizante para peles secas, é purificador, calmante, serve para amolecer as impurezas da pele, melhora a elasticidade da pele, dá brilho aos cabelos e é perfeito para banhos relaxantes e massagens.

Dicas de uso
  1. Colocar uma ou duas colheres de sopa de azeite nas hidratações semanais.
  2. Fazer umectação.
  3. Passar após o xampu, deixar alguns minutos, lavar, usar condicionador, finalizar como de costume.
  4. Colocar algumas gotinhas no creme de pentear.
  5. Creme anti-rugas, umedeça a ponta do dedo em azeite e massageie o rosto. Lave o rosto com água. Repita uma vez por semana. Se tem pele oleosa, cuidado.
  6. Colocar uma gotinha no creme hidratante, isso se você tiver a pele seca.
  7. Creme clareador de cotovelo, misture azeite de oliva extra virgem com bicarbonato de sódio, fica uma pasta grossa. Aplique no cotovelo por uns 5 minutos. Lave e passe um hidratante. Faça isso de uma a duas vezes por semana.


O azeite de oliva proporciona maciez, proteção, hidratação e nutrição. Repara a cutícula e a restaura a maciez dos fios, reduz o frizz, controla as pontas duplas, melhora a textura do cabelo, fortalece os fios e dá brilho.

Informações que você deve ler no rótulo:
  1. azeite extra virgem, extraído a frio (sem mistura com outro óleo); 
  2. data de fabricação (deve ser consumido nos primeiros 12 meses a partir do engarrafamento);
  3. classificação, extra virgem;
  4. acidez, quanto menor a acidez, melhor o produto. Prefira o extra-virgem que tem menos de 0,8% de acidez;
  5. extração do azeite, ideais os métodos mecânicos de extração a frio  (preserva os nutrientes, aromas e sabores).


Verificando a embalagem:
  • Aço inoxidável, vidro (de preferência os escuros e esverdeados) ou cerâmica. Esses recipientes protegem o óleo das variações de luz e temperatura que podem acelerar a deterioração.
  • Bico dosador, apesar de comumente usados os bicos dosadores também podem facilitar a oxidação e devem ser evitados.


Aroma: 
  • não deve estar com ranço ou mofo.



Então gostaram do azeite de oliva? Vou deixar com vocês uma receita  de manteiga de azeite com ervas para substituir a manteiga/margarina que usamos no pão. É uma delíciaaa!!!

Confira essa receita que aprecio muito! Manteiga de azeite com ervas.



Fonte de pesquisa:
  • http://www.emtr.com.br/noticia65.htm
  • http://mdemulher.abril.com.br/beleza/reportagem/tratamentos/trate-pele-cabelo-azeite-605210.shtml
  • http://comida.ig.com.br/azeite-o-que-voce-precisa-saber-antes-de-comprar/n1237958089265.html



Deus abençoe todos vocês!
          Em tudo dai graças; porque esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco. (1 Tessalonicenses 5:18)

6 comentários:

  1. Sônia ,nunca tinha feito uma umectação e depois que li essa matéria resolvi experimentar. Comprei o azeite de oliva mais barato( só para teste) no supermercado. Lavei meu cabelo com sabonete Johnson baby glicerinado, depois apliquei o azeite e coloquei uma touca. Mas como vc disse uma vez, ficou tudo melado: meu rosto e meu pescoço. Para mim tudo é proveito: peguei um algodão e passei esse excesso de azeite no rosto e no pescoço. Fui dormir.
    Quando acordei ,tive uma surpresa: meu cabelo estava com o volume todo diminuído ,sem frizz e muito grudento. Ao lavar e tirar todo óleo ,o cabelo parecia estar com mais vida ,mas o que mais me surpreendeu foi a pele do meu rosto ,estava brilhosa e bastante hidratada, parece que rejuveneceu 3 meses. Nossa a oliva é muito boa. Agora vou me melar todo! Rsrsrs

    Abração e obrigado pela dica.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkk ... que experiência! Li seu comentário umas duas vezes, rindo muuuuito kkk.

      Não é aconselhável dormir com o cabelo molhado. Você pode fazer a umectação no cabelo seco e lavar o cabelo normalmente no dia seguinte. Ou fazer como você fez mas, retirando no mesmo dia.

      Para quem não tem a pele oleosa esse óleo é ótimo! Uma massagem no corpo antes do banho (uma vez por semana) deixa a pele super macia.

      Vai tomar banho e continuar rejuvenecendo ... kkk

      Obrigada amigo!

      Excluir
  2. Tenho um probleminha com o azeite: não consigo suportar o cheiro, kkkk (assim como você com o de rícino). Antes de conhecer outras opções eu o usav muito mais, agora opto pelo de coco pra umectar (já que o cheiro fica por horas, e amo!!!), mas também sou fã de amendoas, linhaça (o cheiro é tããããão fraquinho)... E também não me incomodo com o de rícino...
    Beijos

    Esther Mara

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O cheirinho do rícino ... afff! Já o azeite de oliva eu gosto do cheiro, além de usar no cabelo, uso em massagem no rosto e no corpo antes do banho. Pés, cotovelos, cutículas e cotovelos, agradecem rsrs.

      Óleo é tudo de bom para os cabelos Esther. Tanto os crespos quanto os afros adoooram.

      Bjus, uma semana abençoada para você! Obrigada pela sua participação.

      Excluir
  3. Nossa! Só agora que descobri seu blog. Quanto tempo eu perdi! Meus cabelos também são afro e sempre sofri muito para domá-los! Sou amante de produtos naturebas e também tenho um laboratório na cabeça. rsrsrs Ainda mais agora que eu parei de relaxar! Obrigada pelas dicas, esta semana vou usar azeite...quem sabe não encontre um substituto para o meu tutano?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Azeite é tudo de bom para todos os tipos de cabelos. Mas os afros por serem naturalmente ressecados amam. Experimente e tenho certeza que você vai gostar.

      Seja bem vinda Thalita, espero que possamos trocar muitas experiências.

      Bjus

      Excluir